A Cirurgia Ortognática é a área da Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial que tem como objetivo corrigir alterações na relação entre os dentes superiores e inferiores através do reposicionamento dos ossos da face (maxilar e mandíbula). Da mesma forma que um dentista Ortodontista corrige a posição dos dentes, o Cirurgião Bucomaxilofacial usa a Cirurgia Ortognática para reposicionar a maxila ou a mandíbula. Assim como a palavra “Ortodontia” significa “dentes retos”, “ortognatia” significa “maxilares retos”.

A Cirurgia Ortognática é planejada em conjunto com a Ortodontia, porque o correto alinhamento e nivelamento dos dentes são condições prévias à realização da cirurgia.

Os objetivos da Cirurgia Ortognática são a correção de diversas irregularidades faciais e desarmonias dos maxilares. Os seus benefícios incluem uma melhor capacidade mastigatória, melhora na fala e na respiração. Na maioria dos casos, uma melhor harmonia da aparência facial também pode ser alcançada.

A Cirurgia Ortognática está indicada para pessoas que apresentam mordida inadequada ou naquelas em que os maxilares estão posicionados incorretamente. O crescimento dos maxilares é um processo lento e gradual, e em alguns casos, o maxilar superior pode crescer num ritmo e proporção diferentes do maxilar inferior. Como resultado, podemos ter uma diferença entre o tamanho e a posição da maxila e da mandíbula, que pode afetar a mastigação, a fala, a aparência facial e a saúde bucal como um todo a longo prazo.

Traumas faciais na infância e defeitos congênitos também podem afetar o alinhamento dos maxilares.
Enquanto a Ortodontia pode, somente com o tratamento por aparelhos dentários, corrigir muitos problemas de “mordida” causados por desalinhamento dos dentes, pode ser que em alguns casos uma Cirurgia Ortognática seja necessária para reposicionar os ossos maxilares desalinhados.

×
Olá!
Em que podemos ajudá-lo?